<BODY> ~*~* Meu Bebê Guilherme 2 *~*~


Guilherme




Meu 2º filhinho nasceu no dia 3/1/2007 às 0h38m em Brasília/DF. Seu peso ao nascer foi 4,250 kg e mediu 54 cm. Seu nome é Guilherme Kazuo Cortez Matsushita e trouxe muita felicidade às nossas vidas.


1º Blog – Gravidez


Mamãe




Meu nome é Catarina e nasci em 20/2/1976 em Brasília/DF. Sou autora deste blog que começou em 17/8/2006, dia em que descobri minha 2ª gravidez. Cinco dias depois, tive uma grande surpresa durante a primeira US: minha gestação já era de 23 semanas ou 5 meses e eu nem desconfiava! Fiquei mais feliz ainda com a novidade e cheia de planos para este novo bebezinho. Sou completamente feliz e realizada por ter me tornado mãe. A minha alegria em ser mãe pela segunda vez quero compartilhar com todos que lerem este blog.



Papai




Este é o pai do Guilherme e meu marido com quem sou casada desde maio/1999. Ele é um pai muito carinhoso e presente. O Guilherme é seu segundo grande troféu no Grand Prix da vida.



Irmão Dudu




Este é o meu 1º filhinho e se chama Eduardo. O Dudu nasceu em 17/9/2005, apenas 1 ano e 4 meses antes do Guilherme. Meus dois meninos prometem muitas aventuras juntos e enxergar o quanto se amam me deixa muito feliz. Eles com certeza serão grandes amigos.


Blog do Dudu


Na Barriga




Na primeira US descobri que minha gestação era de 23 semanas e pude de imediato saber o sexo do bebê: masculino! Fiquei felicíssima, pois sempre quis ter 2 filhos com idades próximas e do mesmo sexo. O Guilherme ficou 42 semanas no barrigão! Eu estava ansiosa para tê-lo em meus braços o quanto antes, mas escolhi respeitar o tempo dele. Contei para isso com a ajuda de minha querida doula Clarissa Kahn e minha GO Rachel Reis. Preparei tudo com muito carinho para a chegada do Guilherme: o chá de bebê, o enxoval, o bercinho, as malas, etc...



O Parto




No dia anterior ao parto minha dilatação já era de 5cm sem dor alguma. As contrações apertaram por volta das 22h. Saí de casa às 23h e tive uma evolução tão rápida do TP que o Guilherme quase nasceu no carro. No hospital, apoiada de cócoras, senti meu menino saindo de dentro de mim direto para os meus braços. Novamente experimentei minha força de mulher, de mãe. A felicidade que vivi naquele momento, eu carregarei por toda a vida. Agradeço a você Guilherme, por ser meu filhinho, meu amor, minha vida.



Desenvolvimento









Contato



Links Amigos


:: Adri, Sofya e Emanuelle
:: Ageu e Matheus
:: Alê e Pedro Luís
:: Aline e Júlia
:: Aline e Bárbara
:: Aline e Ric
:: Alyne e Matheus
:: Ana e Lorenzo
:: Andreza e Teru
:: Ângela e Matheus
:: Bia e Lucas
:: Bia, Lucas e Thiago
:: Bia, Yohana e Yan
:: Bina e Brenda
:: Carla e Marina
:: Cris e Ícaro
:: Cris e Lucas
:: Cristina e Sarah
:: Cristina, Ingrid e Anne
:: Chrystina, Bruno e JP
:: Dani e Caio
:: Dedéia, Pedro e Júlia
:: Eva e Lucas
:: Fabi e Catarina
:: Jack, Ruan e Paulo Victor
:: Jane e Maria Júlia
:: Kátia Regina e Ana Luísa
:: Keila, Lucas e bebê
:: Keity e Lucas
:: Lílian e Nicolas
:: Lisa e Eduardo
:: Lívia e Miguel
:: Lu, Guilherme e Gustavo
:: Mary e Camila
:: Nádila e André
:: Noelma, Pedro e Ana
:: Paty e Gigio
:: Pri, João e Maria
:: Ranne e Maurinho
:: Renata, Isabella e Eric
:: Ruth e Davi
:: Roseli e Breno
:: Ryvane e Ana Clara
:: Selma, Alex e Natália
:: Simoni e Henrique
:: Tábata, Gab e Gui
:: Taci e Danilo
:: Telma e David
:: Valéria e Júlia
:: Valéria e Tikinha
:: Vanessa, Davi e Pedro
:: Ví e Amélie (senha)
:: Vi, Thiago e Júlia
:: Rosileide e Ana Beatriz
:: Bia e Biel
:: Camila e Helena
:: Kelly e Eduardo
:: Fran e Madu
:: Fê Biel e Gui
:: Flávia, Giovanna e Miguel
:: Roberta, Lucas e Diego
:: Mara e Bia
:: Lígia e Vivi
:: Lea e Davi
:: Fabi, Babi e Bia
:: Débora e Dudu
:: Fê e Amandinha
:: Vivi e Francisco
:: Márcia e Mel
:: Simoni e ?
:: Thaty e Alice



Música





Visitas




Hoje é






Mural





Link-nos


Pegue nosso selinho





Pegue nosso selinho





Pegue nosso award







Passado


Blog Antigo
Blog do Dudu

Arquivos:
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Março 2010
Maio 2010



Créditos



Conceitos Design

eXTReMe Tracker





sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Lilypie 2nd Birthday Ticker



Chateação que virou vantagem

Olá amigas!

Vcs sabem que desde maio anuncio aos quatro ventos que farei o aniversário do Guilherme um mês antes, no dia 1º de dezembro, certo?
*
Bem, não tão certo assim...
*
Pensando em fazer para o Guilherme uma festa de aniversário de um ano igual à do Dudu, com 7 meses de antecedência, reservei a mesma casa de festas. Liguei, perguntei o preço, pedi desconto (não tive), disse que havia feito uma festa lá no ano anterior, elogiei a casa, escolhi o dia e pedi que o rapaz escrevesse meu nome, telefone, o tema da festa e fiz a seguinte recomendação: - como falta muito tempo ainda, irei aí fechar o contrato quando estiver mais perto da festa, qualquer coisa me liga. Desliguei com a sensação de : tarefa cumprida.
*
Os meses foram passando e eu feliz e contente, gestando a idéia do aniver do Guilherme. Como seria lindo, o que eu faria, quem convidaria e trá, lá, lá,lá,lá, rs... Por minha mania exagerada de planejar absolutamente tudo, segui vivendo esses meses segura que tudo aconteceria como o esperado.
*
CONTUDO... Depois que deixei de ser “solteira de filhos”, por mais que eu não vá muito com a cara dessa palavra, ela cisma em aparecer a cada passo que dou. Afe! Larga de mim! Rs... Caracas, a seqüência lógica já não é PLANEJAR e ACONTECER como minha tendência natural gostaria. Continuando...
*
Depois do aniver do Dudu, passei a me concentrar na festa do Guilherme e resolvi “dar um pulinho” na casa de festas para olhar a mesa temática dos Backyardigans. Vou dizer a verdade: minha intenção era confirmar se a reserva estava ok mesmo, parecia que minha intuição tentava me dizer algo.
*
Sobre intuição. Gente, a maternidade me fez ver que o caminho mais seguro é o indicado por minha intuição. Antes, eu a desprezava completamente, afinal, como uma pessoa racional e prática como eu poderia cometer o deslize de seguir a intuição? Parecia algo muito místico para ser aceito. Bobagem pensar assim, a intuição é um mecanismo de sobrevivência (segurança dos meninos) que aprendi a usar graças às babás e empregadas que passaram por minha casa. Até hoje pratico bastante, rs... (tenho uma boa história sobre a nova empregada, depois conto)
*
Que enrolação...contarei de uma vez...
*
Chego eu, empolgada, com um sorriso de canto a canto, relembrando ao entrar na loja, o aniver do Dudu de um ano. Conversei com as donas, sobre a festa, o tema, as mudanças na loja, como se fôssemos amigas a eras. Bem, pelo menos da minha parte, pois percebi que elas não tinham a mínima idéia de quem eu era, rs... Não me liguei muito por isso, afinal, elas recebem “trocentas” pessoas todos os dias, aí fiz um relatório da festa do Dudu para tentar algum lampejo de memória nas mulheres. Em vão.
*
A senhora me perguntou o dia da festa, respondi e pedi para ver na agenda. Ela prontamente abriu na página e vi meu nome lá, meu telefone e o tema. Um suspiro de alívio já escapava pela boca quando a senhora continuou olhando a página da agenda com outra anotação.
*
A anotação era referente a uma festa no mesmo dia e pior, com contrato já fechado.
*
O suspiro entalou...meu castelo de sonhos coloridos dos Backyardigans no dia 1º de dezembro tombou...
*
Acho que devo ter feito uma cara de decepção tão grande que nem precisei falar muito. Nessas horas eu não falo mesmo, somente sofro, rs... olhem o drama...
Fiquei olhando para a senhora enquanto ela se desculpava e meus olhos encheram de lágrimas. Tem horas que nem me reconheço... eu era tão durona antes e hoje virei isso...rs...
*
O que está feito está feito. Algo que aprendi, nem sei com quem, é tentar transformar um prejuízo em benefício. Interiormente, ainda não consigo fazer isso bem, fico chateada um tempão quando meus planos não dão certo, mas pelo menos o benefício real eu consegui.
*
A senhora propôs dar um desconto de 10% no valor da festa e ainda dividir em 6 vezes sem juros. Numa negociação, sempre adio a decisão final para o dia seguinte. Eu disse à senhora que conversaria com meu marido e daria a resposta na segunda-feira. Saí de lá realmente triste, mas o desconto até que me animou um pouco. Eu é que não ia dar uma de magoada e deixar passar essa sorte que tive.
*
Sorte? É, acho que tenho tido muita sorte ultimamente. Muita coisa não tem dado certo (como eu planejo), mas no final vejo que a solução é igualmente boa e às vezes melhor. Não digo com isso que não me acontecem reveses, mas parece que eles se concentram na questão das empregadas. Ô azar que eu tenho com as tais, rs... Apesar da festa não ser no dia que escolhi, no frigir dos ovos, o dia não fará tanta diferença, mas o desconto que recebemos sim. Rs...
*
Beijos a todas.
*
Visitem também:



Às 09:18


Lilypie 2nd Birthday Ticker