<BODY> ~*~* Meu Bebê Guilherme 2 *~*~


Guilherme




Meu 2º filhinho nasceu no dia 3/1/2007 às 0h38m em Brasília/DF. Seu peso ao nascer foi 4,250 kg e mediu 54 cm. Seu nome é Guilherme Kazuo Cortez Matsushita e trouxe muita felicidade às nossas vidas.


1º Blog – Gravidez


Mamãe




Meu nome é Catarina e nasci em 20/2/1976 em Brasília/DF. Sou autora deste blog que começou em 17/8/2006, dia em que descobri minha 2ª gravidez. Cinco dias depois, tive uma grande surpresa durante a primeira US: minha gestação já era de 23 semanas ou 5 meses e eu nem desconfiava! Fiquei mais feliz ainda com a novidade e cheia de planos para este novo bebezinho. Sou completamente feliz e realizada por ter me tornado mãe. A minha alegria em ser mãe pela segunda vez quero compartilhar com todos que lerem este blog.



Papai




Este é o pai do Guilherme e meu marido com quem sou casada desde maio/1999. Ele é um pai muito carinhoso e presente. O Guilherme é seu segundo grande troféu no Grand Prix da vida.



Irmão Dudu




Este é o meu 1º filhinho e se chama Eduardo. O Dudu nasceu em 17/9/2005, apenas 1 ano e 4 meses antes do Guilherme. Meus dois meninos prometem muitas aventuras juntos e enxergar o quanto se amam me deixa muito feliz. Eles com certeza serão grandes amigos.


Blog do Dudu


Na Barriga




Na primeira US descobri que minha gestação era de 23 semanas e pude de imediato saber o sexo do bebê: masculino! Fiquei felicíssima, pois sempre quis ter 2 filhos com idades próximas e do mesmo sexo. O Guilherme ficou 42 semanas no barrigão! Eu estava ansiosa para tê-lo em meus braços o quanto antes, mas escolhi respeitar o tempo dele. Contei para isso com a ajuda de minha querida doula Clarissa Kahn e minha GO Rachel Reis. Preparei tudo com muito carinho para a chegada do Guilherme: o chá de bebê, o enxoval, o bercinho, as malas, etc...



O Parto




No dia anterior ao parto minha dilatação já era de 5cm sem dor alguma. As contrações apertaram por volta das 22h. Saí de casa às 23h e tive uma evolução tão rápida do TP que o Guilherme quase nasceu no carro. No hospital, apoiada de cócoras, senti meu menino saindo de dentro de mim direto para os meus braços. Novamente experimentei minha força de mulher, de mãe. A felicidade que vivi naquele momento, eu carregarei por toda a vida. Agradeço a você Guilherme, por ser meu filhinho, meu amor, minha vida.



Desenvolvimento









Contato



Links Amigos


:: Adri, Sofya e Emanuelle
:: Ageu e Matheus
:: Alê e Pedro Luís
:: Aline e Júlia
:: Aline e Bárbara
:: Aline e Ric
:: Alyne e Matheus
:: Ana e Lorenzo
:: Andreza e Teru
:: Ângela e Matheus
:: Bia e Lucas
:: Bia, Lucas e Thiago
:: Bia, Yohana e Yan
:: Bina e Brenda
:: Carla e Marina
:: Cris e Ícaro
:: Cris e Lucas
:: Cristina e Sarah
:: Cristina, Ingrid e Anne
:: Chrystina, Bruno e JP
:: Dani e Caio
:: Dedéia, Pedro e Júlia
:: Eva e Lucas
:: Fabi e Catarina
:: Jack, Ruan e Paulo Victor
:: Jane e Maria Júlia
:: Kátia Regina e Ana Luísa
:: Keila, Lucas e bebê
:: Keity e Lucas
:: Lílian e Nicolas
:: Lisa e Eduardo
:: Lívia e Miguel
:: Lu, Guilherme e Gustavo
:: Mary e Camila
:: Nádila e André
:: Noelma, Pedro e Ana
:: Paty e Gigio
:: Pri, João e Maria
:: Ranne e Maurinho
:: Renata, Isabella e Eric
:: Ruth e Davi
:: Roseli e Breno
:: Ryvane e Ana Clara
:: Selma, Alex e Natália
:: Simoni e Henrique
:: Tábata, Gab e Gui
:: Taci e Danilo
:: Telma e David
:: Valéria e Júlia
:: Valéria e Tikinha
:: Vanessa, Davi e Pedro
:: Ví e Amélie (senha)
:: Vi, Thiago e Júlia
:: Rosileide e Ana Beatriz
:: Bia e Biel
:: Camila e Helena
:: Kelly e Eduardo
:: Fran e Madu
:: Fê Biel e Gui
:: Flávia, Giovanna e Miguel
:: Roberta, Lucas e Diego
:: Mara e Bia
:: Lígia e Vivi
:: Lea e Davi
:: Fabi, Babi e Bia
:: Débora e Dudu
:: Fê e Amandinha
:: Vivi e Francisco
:: Márcia e Mel
:: Simoni e ?
:: Thaty e Alice



Música





Visitas




Hoje é






Mural





Link-nos


Pegue nosso selinho





Pegue nosso selinho





Pegue nosso award







Passado


Blog Antigo
Blog do Dudu

Arquivos:
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Março 2010
Maio 2010



Créditos



Conceitos Design

eXTReMe Tracker





quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Lilypie 2nd Birthday Ticker



Soprando a vela

Cenas antes de dormir:

Cambalhota:
Depois da bagunça, o resultado da peruca:

Dieta. Boas notícias, perdi mais 1,3kg ! Ao todo, em três semanas estou com quase 5 kg a menos! Ontem, esgorreguei e comi 3 pedaços de pizza. Que foi bom, foi, mas hoje estou com peso na consciência, além de peso na balança, rs...


Volto depois...




Às 11:42


Lilypie 2nd Birthday Ticker




quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Lilypie 2nd Birthday Ticker



"Cai, cai, balão..."
Olá amigas!


Tenho novidades boas para contar sobre a dieta. Perdi mais um quilo e agora são ao todo 3,5kg em 2 semanas. Às vezes dou uma escorregada, mas compenso no outro dia. Este início é mais fácil perder peso, quero ver depois, rs... Ando sentindo frio, o que era raro antes, acho que por conta da camada gordurosa , meu isolante térmico, rs...

Os meninos estão bem e tudo em paz nos últimos tempos...desde que desisti da empregada e contratei diaristas. Beleza!

O Guilherme aprendeu a cantar “Cai, cai, balão”. É claro que não canta... mas, toda vez que coloco a musiquinha, o bebê imita: - Cá, cá, bã... Rs... Aí, dou um grito de alegria, o abraço e o beijo. Ao fazer isso, o Guilherme abre um sorrisão e desembesta a “cantar”, rs... Ontem antes de dormir, enquanto estava no meu colo, começou: - Cá, cá... e eu cantei o Cai, cai, balão. O bebê cantou junto comigo e quando eu parava, ele cantava para eu acompanhá-lo. Quando o levo para dormir, canto a musiquinha “Brilha, brilha estrelinha” dezenas de vezes. Já vi que quando paro de cantar, o Guilherme, do meu colo, com uma mão segurando a fralda que chupa, coloca a outra mão na minha boca, pedindo para que eu continue a cantar. Rs...
*
Ritual do sono. O ritual do sono do Guilherme está um pouco mais longo por causa da saudade (sinto muita saudade dele). O problema é que durante a semana tenho pouco tempo só para o bebê. De manhã, descemos para brincar, mas tenho que dividir o tempo com o Dudu também. Fora que o Guilherme cochila de 10h30 às 12h, horário em que já saí de casa para o trabalho. A soneca da manhã é bem objetiva: ele toma suco, troco sua fralda e o coloco no berço bem acordado. O mais fantástico é que ele dorme sozinho! Aí, vou cuidar do Dudu ou de alguma coisa para o almoço.

Quando chego do trabalho, o Guilherme já está enjoadinho de sono, mas quer brincar. Aí, o levo para o quarto, sento-me na cama do Dudu com ele e começamos o ritual. Tento fazer com que fique deitado no meu colo, mas o bebê se levanta e anda até a janela. A cama é encostada na janela e ficamos olhando o movimento lá de baixo. Cantamos brilha estrelinha, brincamos de “dedo mindim” e conversamos, tudo, no escuro, somente à luz do lado de fora da janela. Após alguns minutinhos, quando o vejo coçando os olhinhos, damos boa noite para as estrelas e o coloco no berço ainda acordado. Depois de alguns minutos, o Guilherme está nos braços de Morfeu, rs... e sem chorar. Beleza pura!
*
Depois de dois filhos, minha conclusão é que esse dormir sozinho do Guilherme não é crédito meu, não foi algo que fiz. É dele mesmo. O Dudu nunca foi assim, me deu muito trabalho, forcei para que ele se enquadrasse no esquema, mas como eu disse antes, meu marido desandou o menino. Já o Guilherme, veio com o esquema de sono quase pronto. Tive menos trabalho para que ele dormisse sozinho - só nos primeiros meses. São crianças diferentes, reconheço que minha participação foi pequena na questão do sono do Guilherme.

O desenvolvimento da fala está de vento em popa. Todo dia ele repete as palavras com mais fidelidade. Essa fase é muito legal! Ele gosta de conversar com outras pessoas como se elas o entendessem, saem frases completas na linguagem de bebê. Isso ele começou pouco antes do reveillon e depois “contou” a um vizinho que vira os fogos:
- Bam! Bam! Apontando o dedinho para o céu. A vontade de falar é tão grande que quando não o entendemos o menino fica irritado, começa a resmungar e bater os pés. Quando o Dudu bate nele, o bebê conta o fato usando gestos e sons. Ele coloca a mão na cabeça, diz – Dudu e finge choramingar. Posso?

Eu gosto de elogiar os meninos e vejo que isso é muito positivo. Sempre que eles fazem alguma coisa, abraço, pulo, grito, chamo todo mundo para ver. Isso os motiva a fazer mais coisas legais. Tem gente que é contra elogio, mas eu faço questão de dá-los aos meninos.

Está impossível sair com ele para compras de mercado, pois a reclamação me faz perder a paciência. Ele só quer fazer o que dá na cabeça. Uma diferença entre ele e o irmão na mesma idade é que o Guilherme não é tão impulsivo quanto o Dudu. Quando falo para não mexer com o gato senão será mordido, às vezes ele obedece, rs...

Ainda gosta de bola (continua com aquela habilidade de segurar qualquer bola grande com apenas uma das mãos), ama cachorros e quando pisco, come um pedaço do giz de cera do Dudu. Rs...

A babá disse que quando o Dudu está dormindo de tarde, se ela descuidar, o Guilherme corre para o quarto e se joga em cima do irmão. Rs... Tão bonitinho, né? Saudade da presença do Dudu. Ainda não brincam juntos com os brinquedos, mas gostam de correr um atrás do outro.

Continua dormindo às 20h e às vezes acorda às 23h para uma mamadeira. Fico um pouco preocupada com os dentinhos, mas acho que essa fase logo passará.

No mais, tudo bem, grandão, esperto e falante. Rs... As pessoas têm perguntado de ele e o Dudu são gêmeos. Eu até gosto! Rs...
*
Muitos beijos a todas.
*
***passei a dieta para quem deixou o e-mail nos comentários. Boa sorte para vcs.



Às 12:09


Lilypie 2nd Birthday Ticker




segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Lilypie 2nd Birthday Ticker



Gorducho

O Guilherme está muito gordinho e não estou nem conseguindo ficar muito tempo com ele no colo. O bebê está pesando 11kg 300g. Afe! Mas também, tudo que a gente come ele "godera"! Rs...

Tenta falar tudo, mas às vezes só aponta e resmunga quando quer algo. Todas as palavras ele está repetindo e o som fica a cada dia mais parecido com o real. Lembro-me que o Dudu falava algumas palavras, mas só engrenou mesmo com 1 ano e 3 meses. De uma semana para outra eles começam a tagarelar. rs...

Os dentes estão nascendo e o Guilherme fica muito enjoadinho. Já tem os oito dentinhos da frente e por conta do incômodo, está à base de nenê dente. Apesar disso, ele sofre menos que o Dudu, que ficava com febre e sem se alimentar direito. O Guilherme ainda come muito, mas começa a selecionar os alimentos. Quando colocamos uma colherada de algo que não quer, logo cospe. E não tem acordo, mas sempre coloco tudo no seu prato.

Meus meninos não gostam de batata cozida, cenoura e nem de beterraba, mas sempre faço e dou a eles. Saladas cruas (alface+agrião+rúcula) nem sonhando eles comem, mas coloco no prato mesmo assim. O Guilherme gosta menos de frutas que o Dudu, mas é doido por suco. Isso é minha culpa. Ao Dudu eu nunca dei muito suco, dava a fruta inteira para ele comer. Contudo, ele fazia tanta bagunça, que não me sobrou tempo, ânimo e paciência para fazer o mesmo com o Guilherme. Assim, faço o suco e dou de uma vez. Com duas crianças, tudo tem que ser prático, senão a cozinheira aqui não aguenta, rs...

Segunda-feira.
Segunda-feira é um dia difícil para os meninos. Eles ficam mais nervosos e choram bastante por conta da nossa ausência, segundo observação da babá. Após o sábado e o domingo conosco, ficar longe dos pais na segunda-feira é sinônimo de chororô à tarde. Ontem, recebi uma ligação de casa no meio da tarde, era o Dudu em prantos e quando perguntei o que estava acontecendo, ele disse que estava com saudade, que queria a mamãe e o papai. Fiquei com dó, tadinho. Conversei com ele um tempo e depois se acalmou. Ele acabara de acordar da soneca vespertina.

Ator. Quando cheguei ontem, a babá começou a contar que o fecho da cadeira de refeições prendeu na barriga do Guilherme e ele chorou. Perguntei ao Guilherme de tinha doído e o bebê colocou as duas mãozinhas no rosto e emitiu um som como se tivesse chorando: ãhh, ãhh, ãhh. Rs...

Que molequinho artista! Quanto mais a gente ria e perguntava, mais ele representava o que havia acontecido. Vcs acreditam num serzinho desses? Rs...


Dieta

1ª Semana: SUCESSO!
Gente, em uma semana, consegui a façanha de perder 2,5kg!!! Nos pesamos e tive essa boa notícia, todos os meus colegas também conseguiram perder peso e estamos radiantes. Também, depois de passar uma fome dananda, se eu não tivesse perdido peso, acho que me abraçaria a uma caixa de bombons e a comeria até o fim, rs...

Os 2,5kg perdidos são demais para uma semana, mas acho que perdi isso devido ao excesso de peso. Meu peso quando engravidei era 69kg e eu já havia engordado, imaginem esses 75,5kg!


O que eu fiz? Estou comendo muito menos do que comia antes e passando fome, rs... Esse passar fome significa mais abandonar a gula, o que não gosto de jeito nenhum. Mas fazer o quê, né?
Na próxima semana nos pesaremos de novo para conferir. E quem quiser essa dieta nota 10 é só deixar o e-mail que envio.

Muitos beijos a todas!!!

*Se quiserem a dieta, deixem os endereços de e-mail nos comentários.




Às 13:09


Lilypie 2nd Birthday Ticker




quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Lilypie 2nd Birthday Ticker



ANIVERSÁRIO DE 1 ANO


Minha mensagem para o Guilherme no seu primeiro aniversário.



"Meu querido filhinho Guilherme,

Hoje você completa um ano de vida e tentarei escrever um ínfimo do quanto te amo. Há exatamente doze meses, você nasceu, enorme, saudável, minha obra prima. Você era alvo, tão forte e tão frágil. A gravidez pareceu uma eternidade até o dia em que te conheci. Lembro-me de olhá-lo pela primeira vez e imediatamente meu rosto sorrir. Lembro-me de aconchegá-lo em meus braços ainda com resquícios do parto. Lembro-me de deixá-lo mamar para que me reconhecesse como sua mamãe. Lembro-me de me sentir mais uma vez onipotente ao te trazer ao mundo. Nunca esquecerei este dia, o dia em que me tornei sua mãe e tive o privilégio de recebê-lo como meu filho. Você é o presente que a vida me deu.

Guilherme, lembro daqueles dias em que éramos só eu e você lutando contra a doença. Estávamos num lugar hostil, com pessoas estranhas. Lembro-me de olhar para você e encontrar alento no seu sorriso inocente. Lembro-me de dizer-lhe que ficaria curado mesmo sem esperança. Somente a luz do seu rosto acalmava meu coração aflito nos momentos difíceis. Mesmo sem palavras, você me dizia que voltaríamos para casa. Eu acreditei. Eu te protegia, você me protegia. Nossos corações estavam ligados um ao outro, existia um cordão umbilical. O seu sofrimento era o meu sofrimento. Planejei nossa fuga daquele lugar. Você era meu, ninguém o magoaria mais. Chorei. De madrugada vigiei, de dia sorri por você e quando parecia não ter mais forças para lutar, seu olhar me deu esperança. Surgiu uma esperança vinda nas asas da tecnologia e trazida por corações amigos. Quando não pude dar-lhe o colo, minha voz te fez dormir. Segurei suas mãozinhas e desejei passar para você o sopro de vida. E você renasceu. Lembro-me de olhá-lo pela segunda vez e meu rosto sorrir. Que felicidade levá-lo novamente para nossa casa. Guilherme, você me ensinou a ver a vida sob as lentes da esperança. Eu renasci com você.

Meu filhinho, você é a minha alegria e o meu tesouro. Quero ser uma boa mãe e sempre estar ao seu lado. Quero envelhecer para te ver um homem e ainda assim, você sempre terá o meu colo. Que você leve dentro de si a certeza do meu amor, da minha dedicação, do meu carinho e do meu melhor. Meu desejo é que você tenha uma vida longa e feliz. Que a saúde nunca lhe falte. Que encontre em seu caminho pessoas que o amem como eu. O meu amor e o meu cuidado serão sempre seus. Meu filho, meu amor, minha vida.

Com carinho,
Sua mamãe."








GUILHERME COM 1 ANO






Uma semana antes do Guilherme completar 1 ano, desembestou a falar! Ele não dizia quase nada inteligível e de uma hora para outra começou a repetir tudo o que dizemos (do seu jeito é claro).
Outro dia ele apontou para o pé de amora.





- Amora?
- “Amóó” (Guilherme)
- Acabou!
- “Bôôô”! (Guilherme)

As palavrinhas que o Guilherme fala com 1 ano:

Mamãe
Papá (papai)
Vfovfó (vovó)
Dudu (Dudu)
Neném (neném)
Bôôô (acabou)
Bó (embora)
Tixa (lagartixa)
Badança (bagunça)
Désse (desce)
Este (estrela)
Bá (bachan)
Nena (menina)
Amó (amora)

Aba (água)

Íxi (lixo)
Úiz (luz)
*
Fora que o menino adora “cantar”. Toda música ele acompanha com seus “ááááááá...”, rs... Enquanto o Dudu dança e finge tocar contra-baixo, o Guilherme canta e dança, rs... Os macaquinhos estão a cada dia mais engraçados!
*
Peguei um livrinho do Guilherme e mostrei um neném dizendo esta palavra. Depois fechei o livrinho e perguntei:

- Cadê o neném?

O Guilherme abriu o livrinho na página do neném e repetiu a palavra. Fiquei tão descontrolada que comecei a gritar, rir e beijar o bebê. Rs... será que não deixarei de ser besta nunca? Devo ser incurável, rs...
*

Chamei o Rubens, fechei o livro, entreguei ao Guilherme e o menino encontrou novamente a imagem do neném dizendo: - Neném, neném.
Agarrei o bebê e quase saiu suco de tanto que o abracei! Rs...
*

Ele nunca engatinhou e agora fica naquela posição "chamando irmãozinho" o tempo todo. Consegue subir e descer rampas inclinadas para meu terror. O bebê quer descer as rampas correndo o que me mata de medo dele se esborrachar no concreto.

*
O Guilherme, como um bom irmão mais novo gosta de implicar com o irmão mais velho. Basta o Dudu enfileirar seus carrinhos ou montar o cegonha que o Guilherme aparece para “bagunçar” a brincadeira do irmão.





Aí, o Dudu grita, o Guilherme grita de volta e quando o Dudu toma o brinquedo começa o chororô. Tento deixar que os dois se resolvam só ditando as regras:
- Quem pegou o brinquedo primeiro é o que tem direito de brincar!

Outro dia, o Guilherme estava no seu carrinho assistindo DVD e o Dudu encostou do lado. Vcs acreditam que o Guilherme começou a resmungar, tentando puxar o braço do Dudu só por ele estar encostado no carrinho? Rs... O Dudu que não é nada sem-vergonha, percebeu o desagrado do irmão e com um sorriso moleque no canto da boca se encostou mais no carrinho, nem se importando com os beliscões. Achei a cena engraçada demais!






REVEILLON 2008





NATAL









Às 22:35


Lilypie 2nd Birthday Ticker