<BODY> ~*~* Meu Bebê Guilherme 2 *~*~


Guilherme




Meu 2º filhinho nasceu no dia 3/1/2007 às 0h38m em Brasília/DF. Seu peso ao nascer foi 4,250 kg e mediu 54 cm. Seu nome é Guilherme Kazuo Cortez Matsushita e trouxe muita felicidade às nossas vidas.


1º Blog – Gravidez


Mamãe




Meu nome é Catarina e nasci em 20/2/1976 em Brasília/DF. Sou autora deste blog que começou em 17/8/2006, dia em que descobri minha 2ª gravidez. Cinco dias depois, tive uma grande surpresa durante a primeira US: minha gestação já era de 23 semanas ou 5 meses e eu nem desconfiava! Fiquei mais feliz ainda com a novidade e cheia de planos para este novo bebezinho. Sou completamente feliz e realizada por ter me tornado mãe. A minha alegria em ser mãe pela segunda vez quero compartilhar com todos que lerem este blog.



Papai




Este é o pai do Guilherme e meu marido com quem sou casada desde maio/1999. Ele é um pai muito carinhoso e presente. O Guilherme é seu segundo grande troféu no Grand Prix da vida.



Irmão Dudu




Este é o meu 1º filhinho e se chama Eduardo. O Dudu nasceu em 17/9/2005, apenas 1 ano e 4 meses antes do Guilherme. Meus dois meninos prometem muitas aventuras juntos e enxergar o quanto se amam me deixa muito feliz. Eles com certeza serão grandes amigos.


Blog do Dudu


Na Barriga




Na primeira US descobri que minha gestação era de 23 semanas e pude de imediato saber o sexo do bebê: masculino! Fiquei felicíssima, pois sempre quis ter 2 filhos com idades próximas e do mesmo sexo. O Guilherme ficou 42 semanas no barrigão! Eu estava ansiosa para tê-lo em meus braços o quanto antes, mas escolhi respeitar o tempo dele. Contei para isso com a ajuda de minha querida doula Clarissa Kahn e minha GO Rachel Reis. Preparei tudo com muito carinho para a chegada do Guilherme: o chá de bebê, o enxoval, o bercinho, as malas, etc...



O Parto




No dia anterior ao parto minha dilatação já era de 5cm sem dor alguma. As contrações apertaram por volta das 22h. Saí de casa às 23h e tive uma evolução tão rápida do TP que o Guilherme quase nasceu no carro. No hospital, apoiada de cócoras, senti meu menino saindo de dentro de mim direto para os meus braços. Novamente experimentei minha força de mulher, de mãe. A felicidade que vivi naquele momento, eu carregarei por toda a vida. Agradeço a você Guilherme, por ser meu filhinho, meu amor, minha vida.



Desenvolvimento









Contato



Links Amigos


:: Adri, Sofya e Emanuelle
:: Ageu e Matheus
:: Alê e Pedro Luís
:: Aline e Júlia
:: Aline e Bárbara
:: Aline e Ric
:: Alyne e Matheus
:: Ana e Lorenzo
:: Andreza e Teru
:: Ângela e Matheus
:: Bia e Lucas
:: Bia, Lucas e Thiago
:: Bia, Yohana e Yan
:: Bina e Brenda
:: Carla e Marina
:: Cris e Ícaro
:: Cris e Lucas
:: Cristina e Sarah
:: Cristina, Ingrid e Anne
:: Chrystina, Bruno e JP
:: Dani e Caio
:: Dedéia, Pedro e Júlia
:: Eva e Lucas
:: Fabi e Catarina
:: Jack, Ruan e Paulo Victor
:: Jane e Maria Júlia
:: Kátia Regina e Ana Luísa
:: Keila, Lucas e bebê
:: Keity e Lucas
:: Lílian e Nicolas
:: Lisa e Eduardo
:: Lívia e Miguel
:: Lu, Guilherme e Gustavo
:: Mary e Camila
:: Nádila e André
:: Noelma, Pedro e Ana
:: Paty e Gigio
:: Pri, João e Maria
:: Ranne e Maurinho
:: Renata, Isabella e Eric
:: Ruth e Davi
:: Roseli e Breno
:: Ryvane e Ana Clara
:: Selma, Alex e Natália
:: Simoni e Henrique
:: Tábata, Gab e Gui
:: Taci e Danilo
:: Telma e David
:: Valéria e Júlia
:: Valéria e Tikinha
:: Vanessa, Davi e Pedro
:: Ví e Amélie (senha)
:: Vi, Thiago e Júlia
:: Rosileide e Ana Beatriz
:: Bia e Biel
:: Camila e Helena
:: Kelly e Eduardo
:: Fran e Madu
:: Fê Biel e Gui
:: Flávia, Giovanna e Miguel
:: Roberta, Lucas e Diego
:: Mara e Bia
:: Lígia e Vivi
:: Lea e Davi
:: Fabi, Babi e Bia
:: Débora e Dudu
:: Fê e Amandinha
:: Vivi e Francisco
:: Márcia e Mel
:: Simoni e ?
:: Thaty e Alice



Música





Visitas




Hoje é






Mural





Link-nos


Pegue nosso selinho





Pegue nosso selinho





Pegue nosso award







Passado


Blog Antigo
Blog do Dudu

Arquivos:
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Março 2010
Maio 2010



Créditos



Conceitos Design

eXTReMe Tracker





sexta-feira, 11 de abril de 2008

Lilypie 2nd Birthday Ticker



Parque e Judô

Isso é o que o Guilherme mais gosta de fazer no parque:

Todas as mães e babás se afastaram do menino, adivinhem porquê... Rs... Devem ter nos odiado quando suas crianças quiseram fazer a mesma coisa, rs...

Em seguida, vejam aonde a brincadeira levou:

Alegria no judô:





Às 14:49


Lilypie 2nd Birthday Ticker




segunda-feira, 7 de abril de 2008

Lilypie 2nd Birthday Ticker



O Guilherme fez 1ano e 3 meses no dia 3 de abril. Ele está a cada dia mais ativo, subindo em tudo, fazendo aprontações e correndo muito rápido.
*
Há algumas semanas o bebê inventou de subir os escorregadores escalando até em cima. No gira-gira adora quando Dudu roda a toda velocidade. Outro dia, diminui a velocidade por achar que estava demais para o Guilherme, mas o bebê reclamou, dá para acreditar? Como o irmão, o Guilherme gosta de aventura. Ele é um pouco menos curioso, mas está indo pelo mesmo caminho danadístico do Dudu. Percebi que a Luciana está assustada com isso, pois o Guilherme não aceita mais ficar para segundo plano.

Com 1 ano e 2 meses as medidas do Guilherme foram: 11,590kg e 83cm

O Guilherme foi iniciado no mundo dos castigos há umas três semanas. A babá me disse que numa tarde, ele estava teimando em subir no móvel da TV. Ela disse ao Guilherme que eu o colocaria de castigo. Vcs acreditam que o bebê se sentou espontaneamente no cantinho do castigo, se levantou e depois parou de subir no móvel? Rs... E tem gente que diz que eles não entendem...

Na idade do Guilherme, tenho que segurá-lo no castigo, mesmo reclamando, senão ele se levanta. Lembro-me que demorou algumas vezes para o Dudu ficar sentado no castigo sem se levantar.

Depois, colocarei um vídeo muito engraçado da coisa que o Guilherme mais gosta de fazer quando vai ao parque.

Após a fatídica agressão que o Guilherme sofreu no domingo passado, o menino ficou marcado.
Estávamos brincando debaixo do bloco quando um bebê da mesma idade que o Guilherme, mas bem menor, encostou o dedinho no seu lábio. O Guilherme começou a berrar, chorou sentido e tive que tirá-lo do carrinho. Se eu não tivesse acompanhado a cena, acharia que ele estava machucado. Contudo, o outro bebê só encostou no Guilherme e ele desabou a berrar. O segurei no colo e o menino estava rígido e tenso. Tive pena, pois acho que ele ficou com medo por conta do pitt-baby que o atacou naquela festinha. Demorou para o menino se acalmar. O Dudu havia saído com meu marido e o Guilherme somente sorriu de novo quando viu o irmão.
*
Essa hora foi legal, o Guilherme abriu um sorrisão e correu em direção ao Dudu que também correu para ele. Ambos se abraçaram rapidamente, mas logo quiseram se empurrar, rs... O carinho tem que ser rápido, pois senão vira empurra-empurra, rs... Foi legal!

Fomos a outro aniversário e me comportei super bem. O Guilherme é que está chorando muito quando “pensa” que está sendo agredido. Um bebê de quase 1 palmo menor que o Guilherme, se desequilibrou e caiu por cima dele. O Guilherme chorou sentido por um tempão. Fazer o quê? Depois dos parabéns, eu e o Rubens começamos a sessão prepara menino para dormir.

Como não havia fraldário no local, tive que fazer todo processo na cadeira.
1º Menino:
Lavei com sabonete as mãos e boca no banheiro.
Coloquei a fralda noturna no menino de pé em cima da cadeira (estou craque, demoro menos de 15 segundos, rs...)
Troquei a roupa imunda de doces, bolos, balas e salgados.
Escovei os dentes (na mochila dos meninos sempre carrego escova e pasta)
Dei água (levo duas garrafinha com água sendo uma delas para tomar depois da escovação – água limpa sem restos de comida)

Balanço da operação: roupas espalhadas por umas 4 cadeiras, refrigerante derramado na roupa da mãe depois de atingido por um balão, mochila suja de refri depois de cair no chão, salgados pisoteados, enfeite de mesa pela metade (entreter o menino) e menino 1 pronto.
Continuando a operação com menino 2.
Balanço: mãe suada, cansada de pedir espera e calma e menino pronto.
Final: arrumar as 18 peças de roupas espalhadas pelo salão, recolher escovas de dentes e pasta, tentar colocar tudo nas mochila e ter a esperança que os meninos dormirão no caminho para casa.

Para ir embora, toda criança tem que receber uma lembrancinha. Era uma lancheira linda com um monte de balas, chicletes e chocolates. E agora? Os meninos já escovaram os dentes e irão dormir com certeza...
*
Com certeza? Ledo engano.
*
A caixa de Pandora.
Essas tais lancheirinhas atiçaram os meninos. Depois de um quase piti do Dudu, deixei que eles segurassem a lancheira DESDE QUE não a abrissem.

Entramos no carro e com a certeza que iriam dormir entreguei a mochila. Em menos de 10 segundos, o Guilherme abriu sua lembrancinha. Aí, a tomei dizendo nosso acordo. O bebê chorou, reclamou e infernizou o quanto pode até perceber que eu não mudaria de idéia. Estávamos à caminho de casa, quando o Guilherme disse:
- Dudu, abidebidebideaaaaaaaaaaa!
Olhei para trás e o Dudu havia aberto sua lancheirinha. A tomei dizendo que o menino havia quebrado o acordo.
Meu marido ria baixinho dizendo que o Guilherme havia dedurado o irmão, rs... Pode?

Nem preciso dizer que a volta para casa foi infernal. Os dois meninos num motim reclamando, choramingando e pedindo as malditas lancheiras. Meu humor estava daquele jeito, cansada, descabelada, suada, nervosa e amaldiçoando a idéia de ganhar lembrancinha em festa de aniversário. Rs...
Passei os aproximadamente 40km ouvindo uma única música:
- Papai, quéio minha lancheiinha!
- Quando chegar em casa eu te dou, tá?
- Tá!
Choraminhos do Guilherme ao fundo....

De novo...
- Papai, quéio minha lancheiinha!
- Quando chegar em casa eu te dou, tá?
- Tá!
Choraminhos do Guilherme ao fundo....

Mais uma vez...
E outra...
E assim sem dizer uma palavra fui azedando completamente, pois a música ganhava arranjos de choros e gritos... Contando agora é até engraçado...rs...
E vcs pensam que eles dormiram? Mesmo depois de atividade intensa o dia todo! Que nada!
Numa das vezes, a musiquinha mudou o refrão:
- Mamãe, quéio minha lancheiinha!
- Quando chegar em casa eu te dou, tá?
- Tá!
*
Silêncio do Guilherme.... Quando penso que não:
*
- Mamã, budeigainbudabidein!
- Quando chegar em casa eu te dou, tá?
- Cá!

Rs... Rachamos de rir...

Chegamos, os meninos ligadézimos, comeram as porcarias de dentro das lancheiras, ainda jantaram (nem eu acreditei), tomaram banho e foram para os braços de Morfeu, rs...
*
Era 22h e eu só a “capa do batman” fui para cozinha preparar o almoço do dia seguinte. Até que rendeu: arroz, acelga, bife, ervilha e feijão.
Nem sei que horas fui dormir, mas lembro-me que depois do banho, me deitei sozinha (o Rubens adormecera no quarto dos meninos) e pensei:

Minha vida é muito boa mesmo. Meus meninos sãos e salvos dormindo, nossa família com saúde, minha cama quentinha, o que mais eu poderia querer agora? Boa noite Catarina, até amanhã.

Fui dormir feliz. Não é sempre que tenho essa clareza de pensamento, principalmente nos momentos mais acelerados, mas ontem quando o expediente acabou eu tive. Prometi melhorar meu humor e dormi. Rs...
*
Beijos a todas.



Às 13:35


Lilypie 2nd Birthday Ticker