<BODY> ~*~* Meu Bebê Guilherme 2 *~*~


Guilherme




Meu 2º filhinho nasceu no dia 3/1/2007 às 0h38m em Brasília/DF. Seu peso ao nascer foi 4,250 kg e mediu 54 cm. Seu nome é Guilherme Kazuo Cortez Matsushita e trouxe muita felicidade às nossas vidas.


1º Blog – Gravidez


Mamãe




Meu nome é Catarina e nasci em 20/2/1976 em Brasília/DF. Sou autora deste blog que começou em 17/8/2006, dia em que descobri minha 2ª gravidez. Cinco dias depois, tive uma grande surpresa durante a primeira US: minha gestação já era de 23 semanas ou 5 meses e eu nem desconfiava! Fiquei mais feliz ainda com a novidade e cheia de planos para este novo bebezinho. Sou completamente feliz e realizada por ter me tornado mãe. A minha alegria em ser mãe pela segunda vez quero compartilhar com todos que lerem este blog.



Papai




Este é o pai do Guilherme e meu marido com quem sou casada desde maio/1999. Ele é um pai muito carinhoso e presente. O Guilherme é seu segundo grande troféu no Grand Prix da vida.



Irmão Dudu




Este é o meu 1º filhinho e se chama Eduardo. O Dudu nasceu em 17/9/2005, apenas 1 ano e 4 meses antes do Guilherme. Meus dois meninos prometem muitas aventuras juntos e enxergar o quanto se amam me deixa muito feliz. Eles com certeza serão grandes amigos.


Blog do Dudu


Na Barriga




Na primeira US descobri que minha gestação era de 23 semanas e pude de imediato saber o sexo do bebê: masculino! Fiquei felicíssima, pois sempre quis ter 2 filhos com idades próximas e do mesmo sexo. O Guilherme ficou 42 semanas no barrigão! Eu estava ansiosa para tê-lo em meus braços o quanto antes, mas escolhi respeitar o tempo dele. Contei para isso com a ajuda de minha querida doula Clarissa Kahn e minha GO Rachel Reis. Preparei tudo com muito carinho para a chegada do Guilherme: o chá de bebê, o enxoval, o bercinho, as malas, etc...



O Parto




No dia anterior ao parto minha dilatação já era de 5cm sem dor alguma. As contrações apertaram por volta das 22h. Saí de casa às 23h e tive uma evolução tão rápida do TP que o Guilherme quase nasceu no carro. No hospital, apoiada de cócoras, senti meu menino saindo de dentro de mim direto para os meus braços. Novamente experimentei minha força de mulher, de mãe. A felicidade que vivi naquele momento, eu carregarei por toda a vida. Agradeço a você Guilherme, por ser meu filhinho, meu amor, minha vida.



Desenvolvimento









Contato



Links Amigos


:: Adri, Sofya e Emanuelle
:: Ageu e Matheus
:: Alê e Pedro Luís
:: Aline e Júlia
:: Aline e Bárbara
:: Aline e Ric
:: Alyne e Matheus
:: Ana e Lorenzo
:: Andreza e Teru
:: Ângela e Matheus
:: Bia e Lucas
:: Bia, Lucas e Thiago
:: Bia, Yohana e Yan
:: Bina e Brenda
:: Carla e Marina
:: Cris e Ícaro
:: Cris e Lucas
:: Cristina e Sarah
:: Cristina, Ingrid e Anne
:: Chrystina, Bruno e JP
:: Dani e Caio
:: Dedéia, Pedro e Júlia
:: Eva e Lucas
:: Fabi e Catarina
:: Jack, Ruan e Paulo Victor
:: Jane e Maria Júlia
:: Kátia Regina e Ana Luísa
:: Keila, Lucas e bebê
:: Keity e Lucas
:: Lílian e Nicolas
:: Lisa e Eduardo
:: Lívia e Miguel
:: Lu, Guilherme e Gustavo
:: Mary e Camila
:: Nádila e André
:: Noelma, Pedro e Ana
:: Paty e Gigio
:: Pri, João e Maria
:: Ranne e Maurinho
:: Renata, Isabella e Eric
:: Ruth e Davi
:: Roseli e Breno
:: Ryvane e Ana Clara
:: Selma, Alex e Natália
:: Simoni e Henrique
:: Tábata, Gab e Gui
:: Taci e Danilo
:: Telma e David
:: Valéria e Júlia
:: Valéria e Tikinha
:: Vanessa, Davi e Pedro
:: Ví e Amélie (senha)
:: Vi, Thiago e Júlia
:: Rosileide e Ana Beatriz
:: Bia e Biel
:: Camila e Helena
:: Kelly e Eduardo
:: Fran e Madu
:: Fê Biel e Gui
:: Flávia, Giovanna e Miguel
:: Roberta, Lucas e Diego
:: Mara e Bia
:: Lígia e Vivi
:: Lea e Davi
:: Fabi, Babi e Bia
:: Débora e Dudu
:: Fê e Amandinha
:: Vivi e Francisco
:: Márcia e Mel
:: Simoni e ?
:: Thaty e Alice



Música





Visitas




Hoje é






Mural





Link-nos


Pegue nosso selinho





Pegue nosso selinho





Pegue nosso award







Passado


Blog Antigo
Blog do Dudu

Arquivos:
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Março 2010
Maio 2010



Créditos



Conceitos Design

eXTReMe Tracker





quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Lilypie 2nd Birthday Ticker



***************************************************
Novo blog do Dudu:
* *************************************************
Queridas amigas,

Por um motivo que não posso revelar completamente, tive que restringir o acesso ao blog do Dudu por um período curto, espero eu.

Uma empregada que trabalhou lá em casa recentemente está tentando me extorquir quase seiscentos reais por oito dias trabalhados (incluindo o fim de semana). Talvez tenhamos que ir à esfera judicial resolver o caso e precisei me proteger restringindo o blog. Dessa história não sairei no papel de vítima e buscarei me defender de todas as maneiras possíveis (regresso). Tenho medo do que a empregada possa fazer com minha família, pois ela conhece nossa rotina. Tomara que a situação se resolva o mais rápido possível e depois contarei o que aconteceu. Assim, continuo minhas histórias do Dudu no meubebedudu2.
*
***************************************************
.
Primeira briga

Diferente do que eu previa, ainda bem, o Guilherme não é um bebê “passadinho”, pois com 11 meses já aprendeu a se defender! Rs...
Cheguei em casa depois do trabalho e a babá começou o relatório:
- O Dudu bateu no Guilherme.
Antes que eu falasse alguma coisa ao Dudu, a babá continuou:
- O Guilherme mordeu o Dudu.

A babá contou que o Dudu pegou uma placa plástica de brinquedo e meteu na cabeça do Guilherme. O bebê chorou sentido, agarrado à babá, tão coitadinho como qualquer expectador poderia pensar. Passado o choro, após alguns minutos, começou a operação vingança. O bebê identificou o alvo, como um felino, observou a presa e planejou o ataque. Era hora. Ele correu como nunca e cravou seus 6 dentinhos afiados no bumbum do irmão que desavisado subia no sofá. A vingança se completou. O irmão berrou de dor, a babá quase surtou e o Guilherme, vitorioso, voltou para fazer suas coisas. Agora me digam, o que eu faço com esses dois seres angelicais? Rs.....

O Dudu ficou com dois roxos no bumbum por conta das mordidas do Guilherme. Para acalmar o Dudu, a babá começou a dizer:
- Olha a briga! Olha a briga!
E ambos os anjinhos se danaram a rir acabando em gargalhada a primeira briga.

Ao saber de tudo, não coloquei o Dudu de castigo, pois a meu ver, eles resolveram seus problemas.

O Guilherme está na fase da reclamação. Passa o tempo todo resmungando e querendo fazer só que lhe dá na cabeça. Tudo que quer aponta o dedinho e diz:- hã, hã, hã. Não pára de reclamar enquanto não atendemos seu desejo.

Fala poucas coisas inteligíveis e chama tudo de Dzizi com entonações diferentes, rs... Fico repetindo o nome das coisas para ele e às vezes percebo que tenta falar. Até que saem sons diferentes de dzizi, rs..., mas depois de muita insistência. Eu li que o segundo filho costuma demorar mais a falar. Imagino por que: quando o Dudu era da mesma idade, eu concentrava todas as minhas energias nele, já com o Guilherme tenho que dividir minha atenção por dois. Fora a falta de paciência por causa do cansaço e quando o bebê aponta o dedo para alguma coisa, dou imediatamente para evitar a reclamação e o chororó. Acho isso faço errado, mas tá difícil agir diferente. Cansaço acumulado durante o ano, jornada dupla pela falta de empregada e meninos ligados 220W.

O Guilherme diz algumas palavras como mamã, papá, Dudu, uva (chuva), este (estrela), atu (rato), ésse (desce). Gosta de cantar, rs... Como? Canto para ele “a canoa virou” e o menino acompanha a melodia com seus “aaaaaaa.....daaaaaaa....” direitinho como se tivesse cantando. Não me lembro do Dudu cantar nessa idade, em compensação hoje, rs...

Aprendeu a fazer charme sorrindo e apertando os olhinhos. Quando percebe que está chamando atenção, deita a cabeça no nosso ombro e dá um sorriso engraçadinho. Uma figurinha! Ele acha que consegue as coisas chorando, depois de um tempo, se não consegue o que quer, pára de chorar e vai pegar algum brinquedo.
Gosta de correr como se nada o segurasse. Ele inclina o corpo para frente, a cabeça para baixo e pernas “pra que te quero”. Rs... Agora só cai quando está com sono.

Após os 10 meses, o intestino do Guilherme ficou excelente de uma semana para outra. Antes, todo dia ele precisava comer aveia em flocos para que as fezes não saíssem ressecadas. Continua tomando somente leite de soja por recomendação da homeopata e o seu companheiro ¼ de AAS.

O bebê ainda come de tudo e por enquanto, não tive coragem de deixá-lo segurar a colher sozinho. O problema é a falta de tempo para limpar a bagunça depois. O Dudu come sozinho, quer dizer, “enrola” sozinho e ainda faz muita sujeira e bagunça. Aí, fica inviável limpar a bagunça de dois porquinhos ao mesmo tempo, rs... Estou rindo, mas na hora a coisa é de chorar. Dessa parte não sentirei a mínima saudade e nem das noites em claro.

O Guilherme anda com “insônia”. Desde que virei mãe, ficar sem dormir é o que me desestrutura mais que qualquer coisa. Assim, o Guilherme que era a maravilha da Terra no quesito dormir, tem dado trabalho para pegar no sono. Que impaciência! Ontem eu estava acabada de cansaço e o bebê cismou que 23h era cedo demais para dormir. Afe! Ainda bem que meu marido assumiu a situação e dizendo que o menino estava sentindo alguma coisa (nós pais sempre inventamos uma desculpa para tudo), conseguiu que o Guilherme dormisse. Na noite anterior (e nas passadas), o sr. Dudu foi ao meu quarto pelo menos três vezes na madrugada. Como resultado, meu marido o colocou entre nós dois, não dormi direito, levantei com dor no corpo e fiquei carrancuda o dia inteiro.
*
Assim que levantei baixei o decreto: Dudu não dorme na minha cama na próxima noite e Rubens, se vc o colocar lá, pegarei o edredom e dormirei no quarto dos meninos! Eu estava indignada por não ter dormido. Imaginem a cena: descabelada, com bafo de onça, a cara de zumbi e reclamado na primeira oportunidade do dia. Trash!
*
O que aconteceu? Meu marido levou o sr. Dudu para o quarto dele e ficou por lá. Sinceramente, saiu melhor que a encomenda, pois tive uma cama interinha para mim e sono de princesa, rs... Nessa eu me dei bem, né? Rs...
*
Beijos a todas.



Às 06:22


Lilypie 2nd Birthday Ticker




sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Lilypie 2nd Birthday Ticker




Aniversário de 1 ano do Guilherme




































Comendo bala:






Família da Mamãe:







Família do Papai:







Nos brinquedos:







Minhas Avós:



Hora do Parabéns:



Chuva de papel:




Dudu, Lu, Mamãe, Guilherme e Papai:





Bagunça:





Fim de festa:







Amor da mamãe e do papai:





Presente que a Ruth mãe do Davi mandou:

Beijos a todas e obrigada pelo carinho!
*

Endereços (Brasília):

*

Casa de festas e buffet: Trakinagem - 3245-3902 (quem atende é uma senhora que gosta muito de conversar, minha dica é: converse bastante e pechinche depois, rs...)

*

Bolo e doces: Maria de Fátima - 3368-9321 (preço salgado mas vale a pena comprar um bolinho pequeno só para enfeitar a mesa, já que o buffet oferece o bolo para os convidados). Os docinhos são obras de arte e até que são gostosos.

* **O blog do Dudu está temporariamente com acesso restrito por motivo de reforma***





Às 09:20


Lilypie 2nd Birthday Ticker




segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Lilypie 2nd Birthday Ticker



Antes, durante e depois


Olá amigas!

Contarei como foi o antes, o durante e o depois da festa de aniversário do Guilherme.

Antes – Correria e mamãe formiga.

A semana que antecedeu ao aniver do Guilherme foi extremamente corrida com um evento em cima do outro. No dia 02/12 foi o aniver do Rubens, no dia 05/12 a confraternização aqui do trabalho e no dia 07/12 festa dos aniversariantes do mês. Pois é, nas vésperas do aniver do Guilherme, tive que planejar e executar todas essas festas e ainda comprar as guloseimas, embalar as lembrancinhas e deixar tudo na casa de festas. Apesar de muita correria, tudo deu certo, menos os calos nos meus pés de tanto que andei, rs...

Na quarta-feira, fui à distribuidora de doces cumprir mais uma tarefa, talvez a melhor. Ô lugar maravilhoso! Deu vontade de morar lá, cercada de chocolates, balas, pirulitos e tudo mais que agrada a uma grande formiga, rs... Levei a caixa preciosa de guloseimas para casa e não me contive: chamei o Dudu para vê-la. Rs...
*
- Dudu, venha ver a maravilha do mundo! Disse isso enquanto retirava cada pacote da caixa. Combinei com o menino que daria um de cada para ele comer. Sou doida? Devo ser. Uma de minhas melhores lembranças da infância era do meu pai nos dando chocolates, biscoitos e balas. Morri por comer balinhas, chicletes e chocolates? De jeito nenhum, guardo com muita felicidade aqueles momentos. Assim, espalhei todos os pacotes no chão: chocolates, chicletes, pirulitos, gelatinas, jujubas e etc... Não sei quem estava mais feliz, o Dudu ou eu, rs... O menino corria em volta dos doces, dando gargalhadas enquanto eu abria cada pacote. Não sei se ele se lembrará disso, mas eu sim, rs... Depois, escovei umas duas vezes os dentinhos dele e o coloquei para dormir. Simples, né?

A Festa.
*
Foi no mesmo local da festa de um ano do Dudu e como já conhecíamos, tudo aconteceu muito tranquilamente. O Guilherme não chorou nenhuma hora, o que eu pensava que aconteceria, também não sorriu muito, rs... O bebê andava pra todo lado, mas sempre parava na mesa de guloseimas apontando o dedinho e dizendo: - Zizi. Traduzindo: me dá! Rs... E eu dei, afinal era aniver dele, oras! Tiramos fotos, o menino comeu balas, brincou na piscina de bolinhas, dançou na máquina de dançar (isso foi engraçado), comeu ¼ do jantar que levei para ele, se entopiu de salgadinhos (recusou o jantar e apontou para os salgados), correu no salão, tentou subir a escada, mas desistiu, pois não queria ir sozinho engatinhando, só em pé, rs...
*
Bateu palmas na hora dos parabéns abrindo os braços e batendo as mãos, levei umas pancadas no rosto, mas tudo bem, rs... Depois dos parabéns, soltei o bebê no chão e ele insistia em apontar para a mesa de guloseimas. Aí, me veio a brilhante idéia de satisfazer a vontade do Guilherme: entreguei a ele o pote de confetes. Imaginem o que aconteceu? Rs... Foi confete para todo lado, pois o Gui não se satisfez em virar o pote, agachou e espalhou as bolinhas com as mão, rs... Nisso veio o Dudu para ajudar e ficaram ambos fazendo o que mais gostam e sabem: bagunça! Olhei para a cena e disse: - Esses aqui são os meus meninos! Rs...

Depois.
*
Acabou a festa, voltamos para casa com o Guilherme desmaiado e o Dudu ligado, rs... O Dudu brincou muito lá e ainda teve pique para abrir os presentes do irmão comigo. O Guilherme teve sorte: ganhou muitos brinquedos legais e roupas bonitas. Só não ganhou livros, algo que ele gosta muito. Adorei a festa, os salgados e doces estavam maravilhosos (sou exigente com a qualidade) e pensando bem, faria tudo igual. A festa foi muito colorida e agradou bastante aos convidados. Consegui até aproveitá-la! Meu Guilherme mereceu todo o nosso esforço para sua festa de um ano.

Obrigada a todas pelo carinho e pela torcida. Muitos beijos e na quarta-feira terei as fotos.



Às 12:03


Lilypie 2nd Birthday Ticker